Notre Dame, os edifícios, a pandemia e os sinais dos tempos

De vez em quando, na minha oração, procuro fazer sentido do emaranhado de fios que tecem a minha vida, o mundo, a Igreja. Procuro colocar os acontecimentos sob a luz que me chega do Evangelho e descobrir detalhes divinos. No fundo, procuro ler os sinais dos tempos, como Jesus pediu que fizéssemos. Há alguns anos, no nosso país e noutros, o sistema das escolas católicas começou a desmoronar-se. Com a perda dos contratos de associação, a maioria viu-se condenada a despedir professores, perder alunos e, finalmente, a fechar portas. Olho com tristeza para tantos edifícios construídos com esforço, com o(…)

Ler mais

A Igreja está a arder!

Notre Dame está a arder! A notícia chega pelo telefone e pelo feed do telemóvel. Notre Dame está a arder! Íamos começar a nossa oração familiar, mas Notre Dame está a arder, e há que ligar o televisor para acompanhar o que se passa. Diante das impressionantes imagens, o jornalista pergunta aos transeuntes o que significa, para eles, o fogo na catedral. É Paris a arder, dizem uns. É a nossa cultura inteira a arder, dizem outros. É um bocadinho de nós a arder, dizem ainda outros. Não tenho palavras, Paris sem Notre Dame não é Paris… Passo aqui todos(…)

Ler mais