Sangue e Água

Há momentos na minha vida, como vos tenho vindo a dizer, em que me dou conta de que estou a viver tempos bíblicos, a adentrar-me pela Bíblia e a fazer História, junto com o meu povo, o povo de Deus. São tempos em que me dou conta de que as profecias se cumprem, as visões se realizam, os segredos se manifestam, a graça de Deus é derramada. Ontem foi um deles. E um dos mais fortes. O Papa, velhinho, solene, simples. E só. Só numa praça imensa, vazia, deserta. Vou levar-te ao deserto e falar-te ao coração! (Os 2, 14)(…)

Ler mais

Rezemos juntos – em cada casa!

25 de março. Foi numa casinha humilde, numa aldeia desconhecida, que o mistério da nossa salvação começou. O Anjo do Senhor anunciou a Maria, e ela concebeu pelo poder do Espírito Santo. Avé Maria… Maria tornou-se, com o seu Sim, o primeiro sacrário. Ajoelhando diante de Maria, adoramos o Salvador, escondido no seu seio. Eis aqui a escrava do Senhor. Faça-Se em mim segundo a vossa Palavra! Avé Maria… Rezemos, pois. Unamo-nos ao Santo Padre e a toda a Igreja, e rezemos juntos, ao longo de todo o dia, mantendo um silêncio orante o mais possível, pelo fim da pandemia(…)

Ler mais

A suspensão das missas e a nossa fome

Acabo de escutar a norma da Conferência Episcopal Portuguesa, suspendendo a celebração comunitária da Eucaristia, diária e dominical, nos próximos tempos. Obedecendo, como sempre, aos nossos bispos, permito-me contudo algumas reflexões e deixo um desafio. Desde os tempos da Igreja primitiva, os cristãos ficaram conhecidos por se aventurarem onde mais ninguém se aventurava, cuidando dos leprosos, das vítimas da peste, dos tuberculosos, dos doentes com SIDA. Há milhares de mártires entre os cristãos que, sem medo de serem contagiados por cada uma destas doenças sempre mortais, dedicaram o seu tempo a servir os outros. Mártires da Eucaristia, capazes de levar(…)

Ler mais

Domingo VII do Tempo Comum, ano A

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga A SANTIDADE É PARA TODOS Hoje vamos falar de santidade, a vocação de todos os batizados. Escreveu o Papa Francisco: “Para ser santo, não é necessário ser bispo, sacerdote, religiosa ou religioso. Muitas vezes somos tentados a pensar que a santidade esteja reservada apenas àqueles que têm possibilidade de se afastar das ocupações comuns, para dedicar muito tempo à oração. Não é assim. Todos somos chamados a ser santos, vivendo com amor e oferecendo o próprio testemunho nas ocupações de(…)

Ler mais

Querida Amazónia e a infabilidade papal

Com a publicação do magnífico texto do Santo Padre “Querida Amazónia”, uma parte da Igreja Universal suspirou de alívio, outra parte rangeu os dentes. A questão da ordenação de homens casados e do diaconado feminino tinha-se tornado pedra de tropeço, e até o Papa Emérito parecia ter sido envolvido no assunto. Muito eu li sobre tudo isto, nestas semanas ao serão. Vi a multiplicação de textos de sacerdotes defendendo acerrimamente o celibato, e de outros defendendo, também acerrimamente, a possibilidade de escolha. Mas não foi nada disto que, a mim, incomodou, porque a reflexão e o debate dos temas sempre(…)

Ler mais