A Boa Pastora

Este ano, que bela coincidência! No dia seguinte ao Domingo do Bom Pastor, celebramos a Boa Pastora, a Senhora mais brilhante que o sol, que naquele magnífico 13 de maio, apareceu no meio das ovelhas e dos rebanhos, na serra de Fátima! A Irmã Lúcia conta-nos como a Jacinta gostava de levar ao colo os cordeirinhos mais pequenos, para imitar, dizia ela, o Bom Pastor, tal como Ele aparecia desenhado numa pequena pagela que Jacinta conservava com amor. Para os três pastorinhos, era fácil imaginar Jesus como um Pastor. Mais tarde, foi Maria quem, no meio das ovelhas da serra,(…)

Ler mais

Santos Pastorinhos

Hoje é um grande dia de festa: hoje é o dia de Santa Jacinta e S. Francisco Marto! Duas crianças santas! As Famílias de Caná vivem da convicção profunda de que as nossas crianças são chamadas à santidade, da mesma maneira que nós o somos. Na leitura do Levítico que ontem escutámos, Deus dizia-nos: Sede santos porque Eu, o Senhor, sou santo. (Lv 19, 2) E no Evangelho, Jesus revela um carinho muito especial pelos mais pequeninos: Deixai vir a Mim as criancinhas, não as impeçais, porque dos que são como elas é o Reino de Deus. (Lc 18, 16)(…)

Ler mais

Natal em terra de pastores

Na manhã de sábado, dia 30, Fátima tinha um céu azul e um sol quentinho para nos receber. Que bênção tão grande! Agradecidos, apressámo-nos a iniciar o nosso Retiro. Pouco a pouco, com entusiasmo e alegria, as famílias foram chegando. Algumas já são Famílias de Caná há algum tempo, e é sempre uma festa imensa estarmos juntos e partilharmos reflexões, gargalhadas, caminho. Outras vieram pela primeira vez. Vinham com receio, mas com o coração aberto. E bastaram alguns minutos para que se sentissem em casa, os filhos a brincar com os outros filhos, os pais a conversar com os outros(…)

Ler mais

O vinho melhor, um hino e uma peregrinação

O prometido e desejado Retiro de Quaresma aconteceu no sábado, dia 1, em Fátima. Que dia verdadeiramente abençoado! Eram nove e vinte da manhã quando chegámos ao Centro Pastoral Paulo VI, onde já nos esperavam algumas famílias, prontíssimas para um dia de retiro. Pouco a pouco, foram chegando mais e mais famílias, muito atarefadas com os carrinhos, os “cangurus” e as “mochilas” para os transportes dos bebés, os sacos de fraldas e as mudas de roupa. Chegaram também famílias com crianças mais velhas, adolescentes e jovens, e ainda se juntaram a nós jovens que decidiram vir independentes das suas famílias.(…)

Ler mais