Todos os dias da nossa vida

Num dia especial, o Niall escreveu-me um postal que me fez rir à gargalhada. Está cheio de brincadeiras que só nós os dois entendemos, “piadas privadas” construídas ao longo de vinte anos de esforço, de desafio, de problemas, de falhas, de sucessos, de lutas, de desentendimentos, de reconciliações, de lágrimas, de risos, em suma, de amor. Deixo-vos com algumas frases, mesmo correndo o risco de não fazerem qualquer sentido para vós: Let it snow all summer long, let cats piddle in the sock basket, let ants crawl in the fridge, let the petrol run out of the car and all(…)

Ler mais

Um namoro em Caná… No século XXI

Escrito pelo Francisco Power e pela Sofia Portela: Antes de começar, uma breve apresentação: o Francisco já toda a gente sabe quem é, ilusionista, futuro engenheiro mecânico, e tal… A Sofia Portela tem 18 anos, é de Sintra e está a tirar licenciatura em Ciências Musicais na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Vem de uma família católica, é organista e salmista na sua paróquia e pertence às Famílias Hospitaleiras, que são uma “sequela” da Juventude Hospitaleira. Francisco: Acordei no dia 20 de setembro de 2014 entusiasmado e preparado para um dia de retiro das(…)

Ler mais

Uma só carne

Numa destas noites, quando nos fomos deitar, o Niall e eu tínhamos debaixo dos lençóis este lindo postal: Rimo-nos com gosto. O António tem aprendido a ler e a escrever com grande facilidade, o que nos deixa contentes. Mas a alegria maior foram dois pormenores: o “ti” englobando ao mesmo tempo a mãe e o pai; e a caracterização dos seus pais como dois noivos, no momento do seu casamento,  a mãe de véu e flores e um grande coração no meio dos dois. Para o António, o pai e a mãe são eternos enamorados. No Natal, recebemos este postal(…)

Ler mais