Quando o mundo nos troca as voltas

Testemunho da Olívia Batista: Temos sempre um lugar onde regressar. Chama-se oração familiar. Hoje, queria partilhar convosco um pouco daquilo que, provavelmente aí em casa sentem também. Esta constante adaptação de rotinas que o mundo e as exigências do dia-a-dia nos trazem. Há duas semanas era de uma forma, na semana passada já foi diferente e na próxima voltará a mudar. Ainda não nos adaptámos e já estamos novamente a mudar. É preciso não desanimar. Recomeçar uma e outra vez, mais do que nunca sinto que assim que abro os olhos pela manhã bem cedo é preciso dar graças e(…)

Ler mais

Celebrar a Festa da Divina Misericórdia com jogos

Partilha da Marisa Milhano, catequista   Há diversos meses que aguardava a chegada deste Domingo, o Domingo da Divina Misericórdia, para poder partilhar convosco a nossa festa de Catequese no início do ano 2019-2020. Tinha pensado em partilhar convosco estas actividades para que pudessem pôr em prática também nas vossas comunidades e grupos de catequese … Nunca teria imaginado que partilharia estas actividades no actual contexto em que nos encontramos … Mas Jesus disse-nos: Eis que faço novas todas as coisas, eis que renovo todas as coisas (Ap 21,5). Assim, penso que as actividades descritas sejam facilmente adaptáveis a uma(…)

Ler mais

Um milhão de crianças rezam o terço

Testemunho-desafio da Olívia Batista: Fazer parte das Famílias de Caná é receber Maria e Jesus em nossa casa, todos os dias, convidá-los para a nossa vida, com todas as nossas alegrias e dificuldades. Na espiritualidade desta forma de viver cada Família de Caná oferece a Jesus seis pequenas “bilhas”, que procura esvaziar de tudo o que é mundano. À Palavra de Jesus enche-as de “água” até transbordarem, numa obediência pronta e generosa. Finalmente, experimenta a abundância do amor de Jesus, que por intercessão de Maria, não permitirá que o “vinho” da fé, da esperança e do amor acabe na sua(…)

Ler mais

Domingo XXIII do Tempo Comum, ano C

Reflexão semanal, escrita pela Teresa, sobre as leituras da missa do domingo seguinte, publicada no jornal diocesano Correio do Vouga COERÊNCIA DE DISCÍPULO Hoje, as leituras falam-nos de sabedoria, contemplada e vivida. “Qual o homem que pode conhecer os desígnios de Deus?” Pergunta o autor do Livro da Sabedoria. Quantas vezes fazemos a mesma pergunta, perante o rumo inesperado que a vida vai tomando? Quem reza o Terço diariamente habitua-se a contemplar a vida a partir do seu mistério. Reza-se mistério a mistério, vive-se mistério a mistério. Passando as contas por entre os dedos, vamo-nos apercebendo de como os nossos(…)

Ler mais

Trabalho de equipa

No Acampamento de Caná não passamos o tempo a rezar e a brincar. Também trabalhamos! Ou não fossem as nossas Oficinas um belíssimo momento de trabalho de equipa! Este ano, foram duas as Oficinas: uma orientada pela Isabel Marantes, a outra pela Clarinha. As oito famílias repartiram-se entre uma e outra, e depois trocaram. Enquanto trabalhávamos, íamos conversando, rindo, partilhando, ajudando-nos uns aos outros. Quando os mais novos se cansavam – porque alguns eram mesmo muito novos… – brincavam por ali, indo e vindo sem pressão. No final, criámos belas obras de arte! A Família Marantes ensinou-nos a fazer terços(…)

Ler mais