A minha Páscoa

Testemunho do Martim Gonçalves, dez anos:  Vou contar-vos como eu e os meus pais passámos a nossa Páscoa. Começámos logo no Domingo de Ramos, ao preparar uma Cruz que colocámos à porta de nossa casa, enfeitada com ramos verdes, conforme a proposta da nossa Unidade Pastoral. Ao longo da semana fomos preparando a forma como iríamos celebrar a nossa Páscoa que este ano, por causa do coronavírus, tinha de ser passada em casa, apenas com os meus pais. Quinta-feira Santa Na tarde de quinta-feira começámos a por preparar o nosso jantar. Cozinhámos alguns alimentos bíblicos e eu ajudei a minha(…)

Ler mais

No meio de dois ou três

Testemunho do senhor padre António Assunção: Olá Teresa e todos Continuação de Santa Páscoa Faço assim esta partilha e não no Comentário para não perturbar a caminhada pascal com oração e penitência (a possível numa solenidade) pelos sacerdotes. Por mim agradeço essa oração e “penitência” pois estes dias estão a ser para mim (que cá estou e não sei se cá estarei depois desta turbulência, durante ela tem morrido tantos padres alguns com fama de santidade) também ocasião de reflexão e oração na tentativa de aprender (cf Mt 18, 1-4) diante do que deverá ser inevitavelmente diferente no futuro (e(…)

Ler mais

Uma Páscoa imperfeitamente perfeita

Testemunho da Sónia Santos: É engraçado como Deus escreve direito por linhas tortas, já dizia a minha avó Orquídea. Desde que começamos a nossa caminhada de fé em família que eu ansiava por uma Páscoa caseira, com os ritos que nos fossem possíveis, ao nosso ritmo, imperfeitamente perfeita. Nós temos família que vive longe e as alturas em que tentamos nos juntar é precisamente nestas ocasiões, em que ambos temos alguns dias livres do trabalho, em que podemos viajar ou receber, o que é óptimo. Mas se vamos para fora torna-se difícil fazer as coisas à nossa vontade em casa alheia,(…)

Ler mais

O dia da Grande Sede

Sexta-feira Santa. Dia da Grande Sede de Jesus. Tenho sede! (Jo 19, 28) Pois se nós temos fome, uma imensa fome, Jesus morreu de sede. Sede do nosso amor. Pouco depois da uma da tarde, fizemos a Via Sacra, seguida da celebração da Palavra, onde lemos o Evangelho da Paixão  que, na Sexta-feira Santa, é sempre a partir de S. João, o discípulo amado. A leitura terminou ao mesmo tempo que a chuva começou a cair com força lá fora, e em silêncio, ajoelhámos. Parecia-nos estar ali, junto à Cruz, no desconforto do frio e da chuva daquela tarde santa… Fizemos(…)

Ler mais

Igreja Doméstica, em dia de Grande Fome

Quinta-feira Santa 2020. Jesus deseja ardentemente celebrar a Páscoa na minha casa, com a minha família. Mas hoje, Ele está só. Muito, muito só. Logo pela manhã, o João Miranda Santos recordava-nos no seu artigo que este dia requer proximidade física, pois assim pedira Jesus aos seus amigos: A minha alma está numa tristeza de morte. Ficai aqui e vigiai comigo. (Mt 26, 38) Assim, juntámos a família e rumámos ao Santuário, que graças a Deus, nunca fechou as suas portas. Como foi bom! Rezámos em silêncio e em voz alta, cantámos e tocámos guitarra, ajoelhámos, fizemos silêncio, rezámos o(…)

Ler mais