Quanto vale cada um de nós?

Reflexão e desafio de Olívia Batista De vez em quando, em conversas, sou abordada por pessoas cuja vida é posta à prova nos mais variados aspectos: saúde, filhos, casamento, trabalho, e por alguma razão se sentem “inferiores”, “ou com “pouco valor”, mesmo aqui no site podemos perceber por alguns comentários que algumas pessoas sentem que o que fazem não é suficiente, que são esforços em vão… Eu costumo dizer que todo o bem que fazemos não se perde, se o fizermos de coração. Também sei que este sentimento do “não valho nada” pode ser um sinal de humildade, pois bem(…)

Ler mais

Deixou-se nascer um bebé

Reflexão da Sónia Santos: Confesso-me num misto de choque e encolher de ombros perante a notícia do bebé que nasceu sem rosto. Choque pelos títulos que vi em tantos artigos jornalísticos: “o médico que deixou nascer um bebé sem rosto”, por exemplo. Encolher de ombros por, mais uma vez, o foco nos meios de comunicação social ser essencialmente relacionado com as queixas em tribunal, com a incompetência médica, com as culpas. Gostaria mais de ler notícias que interceptassem as inúmeras questões éticas que esta designada incompetência técnica levanta. Dou por mim a pensar apenas na maravilha deste nascimento. No mistério(…)

Ler mais

Os sapatos

A Semana da Vida apanha-me sempre num turbilhão de emoções e pensamentos. É que o mês de maio, das flores, da mãe, da ressurreição, da primavera, da vida – o mês de maio, na minha casa, é o mês da morte. Porque foi no dia 16 de maio que o meu pai partiu para Casa, há 28 anos atrás. E foi no dia 19 de maio que o meu filho Tomás partiu também para Casa, há 13 anos atrás. Cada um dos meus filhos tem uma caixa de cartão desde o dia em que nasceu, para onde vou lançando, durante(…)

Ler mais

A família e a abertura à vida

Testemunho da família Miranda Santos Vivemos esta semana a Semana da Vida e por isso resolvemos partilhar aqui como se desenrolou na nossa família a abertura à vida.Embora possa parecer o contrário, o essencial desta partilha não é sobre o número de filhos, porque isso diz respeito à realidade muito concreta de cada família, mas sim sobre como Deus consegue conduzir a nossa vida quando lhe damos esse espaço, de uma forma que não podemos prever. É a partilha de um caminho de discernimento trilhado em casal fruto da oração e da iluminação do Espírito. Para começar é preciso esclarecer(…)

Ler mais

A vida, a morte, o amor… e a falta de vinho

Ontem, cá em casa, foi dia de festa: o Parlamento chumbou as propostas de lei sobre a eutanásia, e há que celebrar a vitória da vida. Mas a festa não foi tão grande quanto podia ser, pois foi ensombrada pela derrota estrondosa da vida no nosso outro país, a Irlanda, no final da semana passada. O Niall em especial, que ama o seu país, tem sofrido muito com as notícias que de lá chegam. Como é possível que a sua querida terra natal tenha aberto a porta ao aborto a pedido até às doze semanas? Não só como é possível,(…)

Ler mais

Natal – precisa-se!

A Lúcia, com oito anos, tem tido bastante dificuldade na resolução dos problemas de Matemática. Não é propriamente uma dificuldade matemática, sejamos claros. A dificuldade é o português: “O pai do João comprou um televisor. Para o pagar, optou por duas prestações de tantos euros cada.” “Mãe”, pergunta a Lúcia, muito confusa, “o que são prestações?” No problema seguinte, falamos em empréstimos. Vou chamar o pai, que o entendido em empréstimos é ele, pois a “pasta das contas familiares” não me pertence… Mas já tenho outro problema nas mãos: é sobre uma pastelaria onde foram confecionados cem bolos de arroz.(…)

Ler mais

Petição por um Referendo sobre Gestação de Substituição

Quer vivamos, quer morramos, pertencemos ao Senhor. (Rm 14, 8) Nós, católicos, acreditamos profundamente que a vida e a morte pertencem a Deus, e só a Deus. Nenhum de nós pode dar a vida a si mesmo – ela é sempre recebida de outrem – e por isso, nenhum de nós pode criar as leis da vida, antes as recebe em herança d’Aquele que as criou. Cabe portanto a Deus, e não às suas criaturas, alterá-las, se assim o entender. Não vamos aqui no site debater os temas fraturantes que têm marcado o debate político, do aborto à eutanásia, da(…)

Ler mais