Testemunhos


Começou o Advento

Testemunho da família Batista 

Há muito tempo que o nosso primeiro domingo do Advento não era vivido com tanta alegria, simplicidade e empenho. Na verdade, costumava planear demasiado e depois os planos não corriam como era esperado e era uma frustração…

Preparar a família para o Advento começou com gestos pequenos, como procurar que tudo fosse feito com calma e dedicação, procurar não apressar demasiado as coisas para que no final deste domingo não estivéssemos desanimados, mas cheios de vontade de continuar a caminhar. Não fizemos tudo o que seria de esperar, mas o que fizemos foi uma bênção!

O nosso Advento começou com uma “geral” na casa, hábito que aprendemos com a família Power e que este ano pusemos em prática. Nada melhor do que lançar fora o que não faz falta e cuidar do que é importante!

Interrompemos as tarefas para nos vestirmos a rigor e participar na Eucaristia em clima de grande alegria por podermos viver este Advento de 2019 – que é único – juntamente com toda a comunidade!

Este ano decidimos seguir uma sugestão antiga do nosso pároco e só fazer o presépio no terceiro domingo, que é justamente quando a liturgia nos começa a falar do nascimento de Jesus. Por isso, por agora apenas fizemos a Árvore de Jessé.

Com o tempo que nos sobrou fomos ao lar visitar a tia Adelaide (que é como se fosse bisavó) levando enfeites para a árvore de Natal do lar que, com a colaboração de todos os familiares, se vai preenchendo. Tivemos ainda tempo para um jantar especial com direito a gelado para a sobremesa e tudo!

Ao serão, para dar conta das calorias colocámos músicas animadas e jogámos ao jogo da estátua. Estamos a tentar recuperar a antiga noção de serão em família com jogos e brincadeiras que ao longo dos tempos se foi perdendo. É outra vez aquele bonito e inspirador texto das coisas velhas e das coisas novas que não me sai da cabeça!

O dia terminou junto do Canto de Oração de coração cheio com tanta, tanta coisa para agradecer! De olhos postos na Árvore iluminada que conta a história da nossa família fizemos a nossa oração familiar e lemos as duas primeiras histórias do livro da Árvore de Jessé, transformando assim esta árvore também na árvore que conta a história do Povo de Deus, do qual nós descendemos!

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *