Testemunhos


Família Pereira

DSC03757

Nós somos a família Pereira: os pais, Paulo e Pilar, e três filhos pequenos. No nosso percurso antes de nos conhecermos, estivemos sempre na Igreja e, depois de casarmos, não nos afastámos. Então, quando participámos pela primeira vez num retiro das Famílias de Caná (FC) e, a seguir, nos tornámos uma FC, houve algo que mudasse?

Sim, houve, aos poucos. Arranjámos um Canto de Oração Familiar, à frente do qual começámos a rezar em família todas as noites (antes já rezávamos com as crianças quando estavam deitadas); começámos a rezar o terço em família ao sábado (ao início, os mais novos podiam rezar/estar presentes só num ou dois mistérios) e, em casal, todas as noites (com falhas, mais do que as que gostaríamos).

Na oração familiar de sábado à tarde, antes de rezar o terço, lemos e exploramos a leitura do Evangelho do dia seguinte. Isto não começou quando nos tornámos FC, mas sim quando a nossa filha mais velha entrou para a Catequese.

Durante algum tempo, incluímos instrumentos e canções na nossa oração familiar. Pandeireta, maracas, metalofone… e até piano! Nos cânticos incluem-se vários que aprendemos nos retiros das FC e que envolvem movimento corporal. São divertidos! A ideia é tornar o momento de oração mais apelativo para as crianças. Não os utilizamos há meses (salvo raríssimas exceções). É difícil dizer como é que isto aconteceu, pois não decidimos não os usar, mas provavelmente está na hora de decidirmos recomeçar a alegrar a nossa oração!

A nossa caminhada é feita de avanços e retrocessos, mas queremos continuar a fazê-la, sabendo que temos uma Mãe que, por um lado, intercede por nós junto do Senhor e, por outro, nos ajuda a fazer tudo o que Ele nos disser!

Na fotografia somos nós, no sétimo aniversário do início da nossa família!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *