Testemunhos


Uma Páscoa imperfeitamente perfeita

Testemunho da Sónia Santos:

É engraçado como Deus escreve direito por linhas tortas, já dizia a minha avó Orquídea.

Desde que começamos a nossa caminhada de fé em família que eu ansiava por uma Páscoa caseira, com os ritos que nos fossem possíveis, ao nosso ritmo, imperfeitamente perfeita.

Nós temos família que vive longe e as alturas em que tentamos nos juntar é precisamente nestas ocasiões, em que ambos temos alguns dias livres do trabalho, em que podemos viajar ou receber, o que é óptimo. Mas se vamos para fora torna-se difícil fazer as coisas à nossa vontade em casa alheia, se recebemos estamos sempre limitados pelas restantes visitas que chegam e saem constantemente para visitar quem chegou.

Este ano eu tinha proposto 2 opções cá em casa (isto antes do COVID chegar claro), irmos os 5 a Roma e assistir a uma missa na praça de S. Pedro (é o meu sonho), ou ficarmos em casa os 5 e aproveitarmos ao máximo os dias de Páscoa.

Quis Deus que a viagem não chegasse a ser marcada por muitos e variados motivos (e ainda bem, porque certamente perderíamos o dinheiro) e quis a natureza que ficássemos confinados dentro de casa, os cinco!!!

Confesso que já tive alguns momentos de desânimo, de cansaço e de medo. Mas a cada dia que desponta temos arranjado formas de vencer tudo isso, temos estado todos juntos a trabalhar na nossa Páscoa pela primeira vez, e isso é fantástico!

Começamos com a leitura e rezamos 5 estações da via sacra. O Tiago estava muito alterado nesse dia (provavelmente por estar tantos dias sem os amigos, sem as actividades normais).

Trabalhamos nos marcadores de mesa com passagens bíblicas que adornarão a nossa mesa no domingo, fizemos a nossa cruz com coisas do jardim e colocamos na porta de entrada.

Fizemos outras cruzes diversas, ou não fossemos nós os cinco adeptos de tesouras, colas, e cartões que fazemos a partir das caixas de cereais.

Criamos o nosso jardim da Ressurreição e o Tiago hoje identificou-o logo, quando viu o filme da Bíblia na TV.

Quinta feira Santa, lemos a leitura do dia, partilhamos uma refeição com pão ázimo, húmus, patê de atum, uvas e um crumble de pêra…Agradecemos ao Senhor a instituição da Santa Ceia e por Ele ser o nosso pão VIVO!

Apanhamos flores brancas no nosso jardim para adornar a cruz que é o centro da nossa casa.

Até já temos o círio Pascal e as velas de baptismo prontas para o lume novo.

Nunca fizemos tantas coisas em família na Páscoa, é claro que as miúdas vêem séries, é verdade que perdemos a paciência com as brigas entre irmãos muitas vezes, que muitas vezes há choros e amuos, mas na maior parte das vezes cozinhamos juntos, lemos a bíblia em família, já fizemos uma caça aos ovos de chocolate (que as crianças são crianças, não é?!) e fazemos sempre pelo menos uma oração por dia.

Estamos todos empenhados em fazer do dia de domingo, um dia memorável.

Não teremos missa, não estaremos com a nossa família querida, mas agora não há dúvida, se estivermos todos juntos e Jesus no meio de nós, tudo será imperfeitamente perfeito!

Não desanimemos nas contrariedades da vida, antes tenhamos fé que Jesus Re-Suscitará para nós uma vida nova, porque já deu para ver que a antiga já não nos serve mais!

 

6 Comments

  1. Sónia Santos

    Santa Páscoa, Sónia! Gosto do vosso jardim da ressurreição!
    Beijinhos a todos

    • Ah, bem me parecia que a Sónia Santos do texto não podia ser a Sónia Santos que inicialmente pensei que era… “miúdas”, “nós os cinco” não batiam certo!

      Boas iniciativas!
      Uma Santa Páscoa!

  2. Sónia Alexandrina Santos

    Oh Sónia, vamos combinar assim, eu assino Sónia Alexandrina Santos! Um grande beijinho para o Porto e para as tuas meninas e menino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *