A Coroa e os Espinhos

Testemunho da Isabel Marantes: Como lemos no ensinamento mensal da Teresa, a Quaresma está mesmo à porta e somos convidados a vivê-la de uma forma autêntica e profunda, sempre centrados em Cristo e não nos nossos sacrifícios ou nas nossas “boas ações” por si só. Gostei particularmente do facto da Teresa ter sugerido que também explicássemos isso às nossas crianças, nas atividades que fizermos com elas. Assim, nós resolvemos nesta Quaresma tentar tornar esse conceito o mais prático possível, e fizemos uma coroa de espinhos para o nosso canto de oração. Esta ideia foi adaptada do site Catholic Icing (www.catholicicing.com),(…)

Ler mais

“Se eu perder, ficas triste ao meu lado?”

Testemunho da Isabel Marantes: Há algum tempo, aqui no Canadá, houve um concurso literário, ao qual a Leonor e a sua amiga Maddy decidiram concorrer. Há poucos dias, a Leonor recebeu uma carta a dizer que o seu texto tinha sido um dos escolhidos. Cheia de alegria, a Leonor foi no dia seguinte perguntar à sua amiga se também já tinha recebido a carta, para juntas comemorarem. Mas a amiga ainda não tinha recebido a carta… Como elas sabem que as cartas das crianças vencedoras são enviadas todas ao mesmo tempo e elas vivem perto uma da outra, a Maddy(…)

Ler mais

A luz do “velho tesouro” do Terço

Testemunho da Isabel Marantes: No outro dia, a nossa filha mais velha, de 10 anos, disse mesmo antes de começarmos a rezar o Terço: “Sabes, mamã, às vezes rezar o terço é um bocadinho aborrecido”… Pensei logo no nosso pastorinho de Fátima São Francisco, cuja Festa litúrgica celebramos a 20 de Fevereiro (juntamente com Santa Jacinta). Também ele tinha dificuldade em rezar o terço, porque as brincadeiras eram muito menos “aborrecidas”! Depois lembrei-me também do ensinamento mensal de Janeiro da Teresa, que fala do Terço como uma “coisa velha” do tesouro da Tradição da Igreja, mas que nós, Famílias de Caná, somos convidados(…)

Ler mais

A Véspera de Natal com os Séniores

Testemunho da Isabel Marantes: A nossa família está no Canadá há já 3 anos, mas apenas no primeiro ano conseguimos ir a Portugal no Natal. As saudades são sempre muitas, mas as inúmeras chamadas telefónicas e videochamadas ajudam a estarmos o mais perto possível de todos os nossos familiares queridos que estão do outro lado do Atlântico. Assim, nós temos aproveitado esta “liberdade” na agenda para fazer algo que sempre quisemos fazer: passar o Natal com as pessoas que estão mais sozinhas nesta altura, como os idosos que passam o Natal no lar sem a sua família e os sem-abrigo.(…)

Ler mais

“Maravilharmo-nos” com cada membro da Família: uma proposta

Testemunho e proposta da Isabel Marantes: O ensinamento mensal de dezembro falava em contemplarmos o rosto de Jesus no rosto dos nossos filhos, fazendo assim, da nossa casa, um Presépio. Também o  Papa Francisco, no passado dia 30 de Dezembro, na Festa da Sagrada Família, durante a oração do Angelus, nos convidou a aprender a maravilharmo-nos com as coisas boas que os membros da nossa família têm: “Quando existem problemas nas famílias, nós sempre achamos que temos razão e fechamos as portas aos outros”, lamentou. Entretanto, “é necessário pensar o que a outra pessoa tem de bom e se maravilhar.(…)

Ler mais