Notícias Aldeia S. Gaspar del Búfalo


O nosso segundo encontro

O dia estava chuvoso lá fora, mas dentro do Seminário estava sol: o sol da alegria por estarmos de novo juntos e renovarmos forças para vivermos a nossa fé. As crianças estavam muito contentes por estarem juntas e participaram com muita alegria nas músicas e nas atividades. Apesar de termos sido menos famílias, a partilha foi intensa e o desejo de “fazer tudo o que Jesus nos disser” nas coisas concretas do dia-a-dia esteve sempre presente.IMG_1950[1]

Neste segundo encontro, depois das músicas em que todos participaram e de invocarmos Maria para proteger e abençoar as nossas famílias, as crianças ficaram com o Serge. Ele falou-lhes da importância de rezar a Maria e porque era Domingo contou-lhes as histórias dos Mistérios Gloriosos do terço. Os mais pequenos tiveram a oportunidade de colorir desenhos desses Mistérios e de construírem uma dezena para rezarem em casa.

IMG_2252[1]

IMG_2268[1]

Enquanto isso, eu atualizei a informação das “seis bilhas” das Famílias de Caná, numa apresentação de Power Point, alternando com fotos da nossa Família ao longo das seis bilhas. Muita conversa surgiu entre cada bilha e a certeza nos nossos corações da urgência da união das famílias, de chamar Deus para dentro das nossas casas, para o nosso casamento e para o coração dos nossos filhos. Depois e porque estamos no mês de Maria, focalizámo-nos na sexta bilha : Consagração.

No ensinamento deste mês, a Teresa diz-nos:

“As Famílias de Caná consagram-se a Nossa Senhora no início da sua caminhada, e fazem-no num impulso de amor e de confiança que só os pequenos e os simples possuem. As Famílias de Caná não esperam pelo seu amadurecimento espiritual ou por uma formação específica para se entregarem, sem reservas, nos braços da Mãe.” (…)

“Assim também as Famílias de Caná se confiam aos cuidados da mãe antes de serem dignas dessa mesma mãe, antes de serem capazes de viver plenamente, ou mesmo parcialmente, o seu compromisso e os restantes ensinamentos da Igreja. A nossa consagração é o ponto de partida, não o ponto de chegada.”

É com esta atitude de desejarmos ser pequeninos e simples nas mãos de Maria, que queremos caminhar na nossa comunidade, estando atentos às famílias à nossa volta, partilhando o que temos/somos e trazendo e cultivando a verdadeira vida e alegria que é Jesus na nossa família.

O momento do lanche é sempre animado!

IMG_2254[1]

E porque todos nós temos duas mães – uma biológica e uma espiritual, Maria -,  da parte da tarde o nosso momento de oração familiar foi na capela do Seminário. No dia da mãe e de olhos voltados para a imagem de Maria, a Clarinha pediu para dizer sozinha em voz alta a consagração de Nossa Senhora Auxiliadora, mãe de Caná:

“Nossa Senhora Auxiliadora, Mãe de Caná,
Consagramos-te hoje e sempre a nossa família.
Confiamos na tua intercessão de mãe,
Para que o vinho da fé, da esperança e do amor
Nunca acabe em nossa casa.
Faz de nós servos do Senhor, como tu,
E ensina-nos a fazer tudo o que Jesus nos disser.
Ámen!”

Ela estava muito contente porque já tinha decorado toda a oração! Rezámos uma dezena oferecendo os nossos corações e as nossas famílias. Por cada Avé Maria, os pequeninos ofereciam uma florinha a Maria.

IMG_2259[1]

Que alegria!
Obrigada Maria, nossa querida mãe, por esta tarde que abriu os nossos corações…

No final, a Clarinha agradeceu a Jesus pelo dia tão bom e numa questão de segundos consegui tirar esta foto:

IMG_2260[1]

“Nossa Senhora Auxiliadora, Mãe de Caná, ensina-nos a fazer tudo o que Jesus nos disser!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *