Em Caná da Galileia...


E o retiro aconteceu!

25 de março, Solenidade da Anunciação. Haverá melhor, para um dia de retiro de famílias? Não admira que o dia tenha sido tão abençoado!

É primavera. O sol brilha e já aquece o corpo e a alma, o céu está azul, os campos na quinta do seminário estão verdes brilhantes. Que espaço maravilhoso para um retiro, e que belo acolhimento tivemos da parte dos senhores padres! Estamos determinados a voltar e a trazer as Famílias de Caná!

Chegámos quase todos ao mesmo tempo. Que animação! Dos carros, iam saindo pequeninos e grandes, amigos e desconhecidos, e entre sorrisos mais ou menos envergonhados, fomos fazendo uma roda.

O que nos traz aqui? Partilhámos, cantámos, e misturámos gargalhadas.

“Eu nunca fiz nada do género, mas já percebi que vai ser muito divertido”, confidenciava uma jovem mãe. E ainda não tínhamos começado!

Os nossos filhos estavam entusiasmados. Não pensavam que houvesse tanto espaço para brincadeira! Há um enorme campo de futebol, um tanque mesmo a jeito, árvores para trepar e para nos sentarmos à sua sombra enquanto ouvimos histórias da Bíblia. A Clarinha e a Susana prepararam ensinamentos maravilhosos para os mais novos, que no fim do dia já manuseavam a Bíblia como gente grande. Foi também à sombra das árvores que o Niall trabalhou com os adolescentes.

“Foi mesmo fixe!” Diziam os meus adolescentes ao fim do dia. E acreditem que não há juízes mais exigentes que eles. Se assim acharam, deve ter sido realmente verdade!

No salão, eu fiz dois ensinamentos para os adultos, seguidos de muita partilha de vida entre todos. Que histórias maravilhosas ouvimos, da passagem de Deus nas vidas de cada um dos participantes! Algumas trágicas, outras felizes, mas todas abençoadas, porque a grande mensagem do dia 25 de março é que Deus está entre nós, e essa foi mesmo a grande mensagem do nosso dia 25 de março.

“Porque é que eu não descobri este movimento há 60 anos atrás?” Pais e filhos saltavam juntos à corda e faziam corridas e outros desafios, quando esta pergunta apareceu. Vinha de uma linda viúva de 83 anos. Sim, os nossos retiros não têm limite de idade, nem abaixo, nem acima!

“Porque as Famílias de Caná só têm dez anos”, respondi.

“Como eu gostava de ter tido um movimento assim quando criei, sozinha, os meus filhos! Teria sido tão melhor para eles e para mim, do que caminharmos em movimentos diferentes – eu, no movimento das viúvas (Movimento Esperança e Vida), eles, nos vários grupos em que foram crescendo. Correu bem, mas oh! Isto é muito melhor! Acho que vou escrever ao senhor bispo a dizer-lhe.”

Escreva, sim, querida amiga! Partilhem o que viveram com os vossos amigos, vizinhos, paroquianos, para da próxima vez sermos muitos!

O Francisco fez magia, como prometido, e enquanto fazia aparecer e desaparecer lenços e cordas, cartas e cubos, ensinou-nos a importância da oração, o valor do Terço, a necessidade da Confissão, o que significa ter fé. Entre gargalhadas e aplausos, todos ficámos inspirados. Obrigada, Francisco!

O almoço e os lanches foram bons demais para a Quaresma, mas valeu-nos a interrupção na Quaresma que a Solenidade nos traz. Afinal, o mistério da Anunciação merece que celebremos a rigor!

Começámos o dia da melhor maneira possível, com a santa Missa. Bem hajam, padre Martinho e padre Miguel! E terminámos da melhor maneira possível, com o Terço.

Eram cinco horas em ponto quando o retiro terminou, mas quase todos se mantiveram mais um pouco, para deixarmos o refeitório tão limpo quanto o encontrámos. Depois, foi preciso recolher os mais novos, que continuavam a correr atrás da bola e não pareciam ter intenções de parar.

“Quando é o próximo?” Já cá faltava a pergunta! Em breve, se Deus quiser e se muitos quiserem…

Ficam as fotografias do dia!

3 Comments

  1. João Carreiro

    Lamento muito não poder ter participado, mas já tinha assumido outro compromisso e não me foi possível, mas espero um dia poder participar num dos vossos retiros maravilhosos.

  2. Que dia bonito, tenho os olhos marejados de… saudades!
    Haveríamos nós de conseguir replicar dias parecidos no coração das nossas Paróquias!

    Rezo ao Senhor, que a Messe é grande!

    Obrigada Teresa e Niall!!!

  3. Família Fernandes Jorge

    Estimada Família Power e Famílias de Caná,
    Também lamentamos não podermos ter participado no retiro no passado dia 25 de março. Efetivamente já tínhamos compromissos…
    Ação de graças pelos momentos de partilha, oração, crescimento e confraternização que tiveram.
    Aguardamos com ansiedade o próximo reencontro/retiro, que esperamos seja para breve.
    Oremos uns pelos outros pela santificação das famílias.
    Santa Quaresma!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *