Religiosidade popular e Fátima

Há uns dias, ouvi gargalhadas estridentes lá fora, no jardim. Depois percebi que se misturavam com o som repetitivo da Ave-Maria, e decidi ir espreitar. Encontrei a Lúcia, de oito anos, a percorrer, de joelhos – bem protegidos com as joelheiras da ginástica da Clarinha – o caminho branco que rodeia a nossa casa. De pé a seu lado, com o terço na mão, o António, de sete anos, orientava a oração dos dois. Pelo meio, muita animação. “Que estão a fazer?” Perguntei. “Estamos a brincar a Fátima”, responderam-me. “Imitamos as pessoas de Fátima, que descem de joelhos até à(…)

Ler mais

Francisco e Jacinta Marto e as bilhas pequeninas de Caná

A partir do próximo dia 13 de maio, Portugal pode orgulhar-se de ter, entre os seus santos, os mais jovens santos de sempre da Igreja, à exceção dos mártires. Como me orgulho de ser portuguesa! S. Francisco e Santa Jacinta Marto – que bem que soa! Se alguém dissesse aos pastorinhos, há cem anos atrás, que o Papa, por quem eles tanto rezavam, viria ao terreno dos seus tios, onde os meninos guardavam as ovelhas mansas, para celebrar uma missa e nela os proclamar santos, certamente que nem a Jacinta, nem o Francisco entenderiam palavra… Santos, eles? Quando penso na(…)

Ler mais

Casas santas

Todos os anos, o retiro Famílias de Caná em Fátima termina nas Casas dos Pastorinhos, que visitamos sempre com gosto. Lembro-me da primeira vez que lá fomos, em família, e da conversa surreal que tive com o António, na altura com quatro anos: “Que sorte tinham os pastorinhos, mamã!” “Então porquê, António?” “Não vês? Eles viviam no meio de tantas, tantas lojas de brinquedos!” Ri a valer, e dei-me conta de que me esquecera de explicar algo de essencial aos meus filhos, o que fiz de seguida: “António, quando os pastorinhos eram pequeninos, não havia aqui nem uma única loja(…)

Ler mais

O vinho melhor, um hino e uma peregrinação

O prometido e desejado Retiro de Quaresma aconteceu no sábado, dia 1, em Fátima. Que dia verdadeiramente abençoado! Eram nove e vinte da manhã quando chegámos ao Centro Pastoral Paulo VI, onde já nos esperavam algumas famílias, prontíssimas para um dia de retiro. Pouco a pouco, foram chegando mais e mais famílias, muito atarefadas com os carrinhos, os “cangurus” e as “mochilas” para os transportes dos bebés, os sacos de fraldas e as mudas de roupa. Chegaram também famílias com crianças mais velhas, adolescentes e jovens, e ainda se juntaram a nós jovens que decidiram vir independentes das suas famílias.(…)

Ler mais

Que fazeis?

Hoje começa a Quaresma, essa grande oportunidade de conversão, renovada a cada ano. Na nossa casa, podemos dizer que a Quaresma começou ontem, terça-feira de Carnaval, pois na verdade, passámos o dia a preparar esta nova etapa do ano litúrgico! De manhã, no meio de brincadeiras e de muito rebuliço, conseguimos arrumar a casa, completando a grande limpeza que temos procurado fazer nos últimos tempos. Antes dos tempos litúrgicos fortes, e como já contei aqui no site, gosto de deitar fora o “lixo” que vamos acumulando, de roupas a brinquedos, de papéis a recordações. Começar a Quaresma com a casa(…)

Ler mais