Em Caná da Galileia...


A hora azul

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page

Serra do Gerês, uma semana de férias em família.

Às cinco da manhã de quarta-feira, o despertador do Francisco tocou. Eram horas de levantar, para uma caminhada pela madrugada ao encontro do sol nascente sobre as águas do lago. O Francisco, com quase vinte anos e uma paixão por fotografia, desejava há muito fotografar a chamada “hora azul”, os minutos que antecedem o nascer do sol e que fazem o encanto de qualquer fotógrafo. O preço a pagar era este acordar fora de horas, seguido de uma caminhada de pelo menos meia-hora até ao local exato indicado pela sua aplicação no telemóvel. Todas as coisas belas exigem um pequeno esforço em troca.

O Francisco caminhou assim pela noite, da aldeia onde estamos alojados até à lagoa, escutando os sons da natureza à sua volta. Alcançou a barragem, preparou a máquina fotográfica e de pé, pacientemente, esperou.

Por fim, a “hora azul” chegou, e o Francisco contemplou, extasiado, a silenciosa transfiguração da montanha, abandonando as trevas da noite para mergulhar na luz magnificente do dia… Um milagre grandioso e, no entanto, tão rápido, um milagre quotidiano e, no entanto, tão distante da nossa vida diária.

Quando regressou a tempo do nosso pequeno-almoço, o Francisco vinha radiante. Na sua máquina fotográfica, as fotos não o deixavam mentir: que hora tão bonita aquela!

Ao longo do dia, enquanto caminhava pelos trilhos da montanha com a minha família, saboreando cada momento, dei comigo a pensar…

A vida não passa de uma “hora azul” – alguns breves, brevíssimos minutos que antecedem a verdadeira Aurora. Ela chegará para todos, estejamos a dormir ou, como o Francisco naquela madrugada, à sua espera. E eu creio firmemente que vale a pena saltar da cama mais cedo e caminhar pela noite ao seu encontro, indiferentes ao frio, ao medo ou ao cansaço, a Palavra de Deus na mão como a melhor das aplicações ou das bússolas…

A minha alma volta-se para o Senhor,

mais do que a sentinela para a aurora.

Mais do que a sentinela espera a aurora,

Israel espera o Senhor… (Sl 130 / 129, 6-7)

Ámen!

 

3 Comments

  1. Magníficas fotos!

  2. Que bonito teresa. Que inspirador. Um beij para todos. Bom descanso

  3. Maria Alice Ribeiro

    Magnifico. O Senhor fez maravilhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *