Notícias Aldeia Nossa Sra Conceição


Receber a Mãe!

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page

Escrito pela família Miranda Santos

No dia de inauguração do Canto de Caná e da apresentação da imagem da Mãe de Caná ficámos logo com vontade de ter uma réplica da imagem cá em casa. Mas só quando a família Power fez a entronização da imagem em sua casa e o partilhou no site é que nós finalmente nos decidimos a fazer a encomenda. O prometido era a produção da imagem demorar algum tempo mas, para grande alegria nossa, poucos dias se passaram até recebermos a notícia de que a imagem já estava pronta. E se depressa ficou feita, ainda mais depressa apanhou uma boleia do senhor padre Taveira até ao Estoril e assim rapidamente chegou a nossa casa. Assim que entrou em casa num instante toda a família se reuniu para a contemplar. O Matias, na sua fala de 2 anos, expressou de forma clara o que significava para todos nós aquela imagem que acabava de entrar em casa: “Mãe Caná!”. Era isso mesmo que todos sentíamos, Aquela a quem todas as noites rezamos e consagramos a nossa família agora estava ali, em imagem, para a contemplarmos também com os olhos. Que alegria e que conforto! A imagem da Mãe de Caná, a Senhora Auxiliadora da nossa família, ali a olhar por nós, ou nós a olhar para Ela!
Logo pensámos em reunir a Aldeia de Caná para a entronização da imagem, partilhando com as restantes famílias esse momento simbólico. Falámos com o nosso pároco para marcar essa cerimónia para a dia do encontro da Aldeia, mas o padre Miguel sugeriu antes fazermos a bênção da imagem na Eucaristia para também apresentar a imagem à comunidade e partilhar com a nossa paróquia este momento. Nós achámos ótima ideia! E assim fizemos. No dia do encontro de Aldeia, com a presença de todas as famílias que puderam estar presentes nessa Eucaristia, falámos um pouco sobre o Movimento depois da homilia e de seguida o padre Miguel fez a bênção da imagem da Mãe de Caná, e por fim fizemos a nossa consagração familiar a Nossa Senhora Auxiliadora.


À tarde, já em nossa casa, reunimos as restantes famílias da Aldeia para a nossa habitual oração do Terço e com alegria cantámos e louvámos o Senhor, agora com a presença especial desta imagem no nosso Canto de Oração Familiar. E agora o Matias continua a dizer “está ali” e a apontar sempre que falamos na Mãe de Caná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *