Testemunhos


Impacto em mim!

Testemunho da Catarina Ramos Tomás

Hoje está na moda, medir-se o impacto (impacto social, impacto ambiental)…O impacto Power foi em mim! E foi quase um terramoto!E não foi possível sofrer este impacto e ficar na mesma!

Dois anos passados, hoje sou uma pessoa diferente, uma mãe diferente. Somos uma família diferente. A oração surge naturalmente nos nossos dias. É natural rezar de manhã, é natural rezar o terço… Uma história antes de dormir, é natural abrir-se a Bíblia! É tão natural falarmos da vida dos santos…

A vida não tem sido mais fácil por isso. Pelo contrário. Os problemas surgem como nas casas das outras famílias. Mas hoje, três máquinas de roupa para estender não me fazem saltar as lágrimas como em outros tempos. Hoje sei que o meu caminho de santidade é no meio das roupas por lavar e por passar. É no meio dos trabalhos de casa e dos testes e dos livros… E as notas? se não são as melhores? pois é provavelmente para quebrar o meu orgulho. E tempo para rezar? As nossas viagens de carro são tantas, são tantas as oportunidades… Quando acordo de manhã e tudo parece negro… lá vem o ensinamento mensal falar em alegria. A sério, Teresa? Alegria??? E parece que está escrito para mim!

A simplicidade da Palavra de Deus passou a fazer parte dos meus dias. As minhas dificuldades são as dificuldades dos outros, mas eu sei que existe um significado para elas. Porque amar não significa gostar e ser alegre não significa estar contente.

Não sei se somos Família de Caná, pois ainda não fiz check na lista dos pré-requisitos 😀, mas somos sem dúvida uma família diferente do que éramos antes e sentimo-nos MUITO bem no meio das Famílias de Caná!

Tenho muitos filhos (1, 2, muitos… 😆😆) e para a nossa sociedade isso é complexo. E o grau de complexidade aumenta exponencialmente se quisermos juntar muitos filhos e oração… Para mim já teve alguma complexidade, mas depois encontrei os Power… Não sendo fácil, é simples! Deus estava de certeza num bom dia quando vos inspirou!

É só a nós pais que esta forma de viver a fé parece ao princípio difícil. Porque não temos tempo, porque não temos à vontade, porque não temos conhecimentos, porque temos preguiça. Mas acima de tudo porque achamos que tem que sair prefeito do princípio ao fim. Eu experimentei e fiquei agradavelmente  surpreendida. 

Um beijinho especial à Teresa pelo seu aniversário. Um beijinho especial a todas as Famílias de Caná e a todas aquelas que aprendem com as Famílias de Caná!

Catarina Ramos Tomás


4 Comments

  1. Catarina Silva

    Tenho gostado muito de todos os testemunhos que têm passado por aqui, mas este testemunho da Catarina fez-me sorrir, porque parece que me estava a ver a mim mesma. Também eu chorei e desesperei com a quantidade de roupa e tarefas infindáveis para fazer e também eu deixei de chorar. E agora, depois de resmungar (mas só um bocadinho 😁), sinto-me a acalmar e até à ficar feliz por saber que o meu caminho para a santidade passa muito pelas tarefas e cansaço que suporto com amor. Também eu me tornei uma mãe diferente. Uma mãe melhor. Uma mãe com outras prioridades!

  2. Catarina, deixe-me só deixar aqui, como desafio a outras famílias, a coragem que a Catarina teve para, com os filhos, se fazer à estrada, percorrendo duzentos quilómetros para vir a um dos nossos retiros aqui, no Canto de Caná. Às vezes, é preciso deixar o medo e dar este passo, para que o encontro virtual se torne real, a “amizade” entre aspas se torne amizade sem aspas. Bem haja! Bjs com saudades de todos!

    • Catarina Ramos Tomás

      E foi tão bom!
      O meu filho do meio ficou fascinado com a facilidade com a Sara (“muito mais pequena” que ele) rezou o Terço e eu disse-lhe que a Sara rezava o Terço todos os dias…
      “Também podemos rezar o Terço todos os dias?”
      E desde esse dia, rezamos o Terço todos os dias…
      Voltaremos a percorrer os mesmos duzentos quilómetros para o Acampamento de Caná!
      Fica prometido!

  3. ” Não sei se somos Família de Caná, pois ainda não fiz check na lista dos pré-requisitos , mas somos sem dúvida uma família diferente do que éramos”
    A frase perfeita para a nossa imperfeição, com qual me identifico inteiramente…. Os pré-requisitos estão longe ainda, mas o caminho faz-se caminhando.
    O texto perfeito para as minhas inquietudes, aflições, dificuldades e desânimos. Mas sempre com alegria, muitas vezes sem contentamento.
    Um beijo de gratidão à família Power e a todas as famílias que partilham connosco a vivência imperfeita.
    Obrigado pela partilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *